Farsas do Amor

Zoroastro

Compositor: Paulo Freitas Bittencourt Vieira

Conversa macio ao pé do ouvido
Mas eu duvido que vá te amar
Ela diz tantas coisas pra te agradar
Fingindo ser dona do seu coração

Voce precisa aprender
Não se conta segredo pra uma qualquer
Ela jura amor e de noite te quer
Te fazendo falar pra depois entregar

E voce não percebe aquele jeitinho
É a farsa do amor, acredite é assim

Se te cobra de dia ela vai te trair
Se te cobra de noite, não quer repartir
Se sou um machista lhe peço desculpas
Sofri nesta vida por causa das frutas

Queria amélia e tive tereza
Queria ofélia e tive certeza
Macaco que pula rebenta o galho
Caindo de cara no duro cascalho

Eu tive vitória, saí com a sofia
Perdi a glória, casei com a maria
Eu só não quero o galho na testa
Enquanto ela festa zombando de mim

Se ela é vadia, ela me satisfaz
Se a outra é correta, não fica pra trás
A vida ensina, mas não aprendemos
Se esse é o fado eu quero a mulher

Agora eu vou ouvir ze ramalho
Voltar ao trabalho, agir com a razão
E voce meu amigo não esqueça o que digo e seja feliz
E voce meu amigo não esqueça o que digo e seja feliz

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital