O Andarilho

Zoroastro

Compositor: Paulo Freitas Bittencourt Vieira Zoroastro

Por este mundo de tantas andanças
De quantas mudanças tentou melhorar
Por esta vida o pobre andarilho
Se viu de castigo por se liberar

Voltas amargas de idas e vindas
A rota não finda até consumar
Até consumar

Será que pagou pelo seu pecado
Calado no brio, por tecer seu lugar?

Ele queria ser homem de bem
Na histeria virou vai e vém
Virou vai e vém
Mas só podia seguir tradição
E não faria liberização
Liberização

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital