Desprezo do Meu Carimbó

Zoroastro

Compositor: Paulo Freitas Bittencourt Vieira Zoroastro

Mulher, voce não gosta do meu carimbó
Mesmo cantando eu choro de dó
Por saber que agora voce está só

Mulher, voce quem quis esta vida assim
Saindo em desfile pela avenida
Coberta de luxo e rindo de mim

E eu, sabendo agora do seu sofrimento
Do seu fingido sorriso eu lamento
Tocando sozinho o meu carimbó
Tocando sozinho o meu carimbó
Tocando sozinho o meu carimbó

Mulher, quando o desfile da avenida acabar
E para o meu lado quiseres voltar
Pedindo perdão voce há de chegar

Então meu choro de dó vai virar-se canção
Voce vai sentir minha doce paixão
Meu carimbó tocará no seu coração

E eu, sabendo agora do seu sofrimento
Do seu fingido sorriso eu lamento
Tocando sozinho o meu carimbó
Tocando sozinho o meu carimbó
Tocando sozinho o meu carimbó

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital